fbpx

#SempreUmPapoEmCasa recebe Frei Betto

30 de setembro de 2020

Frei Betto é o convidado de Afonso Borges para o debate e lançamento do livro “Diário de Quarentena – 90 Dias Em Fragmentos Evocativos” (Rocco). Essa será mais uma edição virtual do “Sempre um Papo” com transmissão ao vivo no Youtube, Instagram e Facebook do Projeto. O encontro vai acontecer no dia 15 de outubro, quinta-feira, às 18h.

O evento integra as atividades do #SempreUmPapoEmCasa, sequência de eventos patrocinados pela Cemig, Itaú e Mater Dei, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo.

“Diário de Quarentena” focaliza os três primeiros meses da pandemia do coronavírus de 2020, e já surge predestinado a se transformar em uma obra de referência duradoura, como o “Diário da Peste de Londres”, de Daniel Defoe, publicado em 1722 e ainda em catálogo nos dias de hoje.

O livro de Frei Betto, assim como o de Defoe, não se prende apenas às respectivas tragédias, a epidemia de peste bubônica que matou 70 mil pessoas em Londres em 1665, e a pandemia que causou muito mais vítimas aqui no Brasil. Ambas as obras estabelecem uma rica reflexão acerca da condição humana e mesclam o drama pessoal à tragédia coletiva para tentar responder a perene indagação: “Quem somos nós, de onde viemos, para onde vamos?”

A peste londrina do século XVII e a pandemia do novo milênio reafirmam o mesmo triste paradoxo: nada mais prejudicial à vida humana e à preservação de nosso planeta do que a própria humanidade… Acontecimentos funestos na esfera pessoal (acidentes, doenças graves, desemprego e divórcio) proporcionam excelentes oportunidades para que uma pessoa possa se “reinventar”, a palavra-chave da época atual. Do mesmo modo, tragédias coletivas (terremotos, tsunamis, genocídios e demais conflitos armados, exílio, secas prolongadas e, agora, a pandemia) podem proporcionar ótimas oportunidades à humanidade para fazer uma correção de rota para que a justiça e a felicidade reinem sobre a Terra.

FREI BETTO nasceu em Belo Horizonte (MG). Estudou jornalismo, antropologia, filosofia e teologia. Frade dominicano e escritor, tem 68 livros publicados, entre contos, ensaios, romances e obras infanto-juvenis. Ganhou duas vezes o prêmio Jabuti (por Batismo de sangue, em 1982, e Típicos tipos, em 2005), além do prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte e o prêmio Alba de Literatura. Seu romance Minas do ouro ficou entre os finalistas do prêmio Portugal Telecom. Suas obras já foram traduzidas para 25 idiomas.

#SempreUmPapoEmCasa com Frei Betto

Dia 15 de outubro,quinta-feira, às 18h, no canais web do Sempre Um Papo: Youtube, no Facebook e Instagram

Informações: www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:

Jozane Faleiro – jozane@sempreumpappo.com.br / 31 992046367

[fbcomments]