fbpx

Sempre Um Papo recebe Valter Hugo Mãe no Rio de Janeiro

7 de julho de 2022

Autor participa de mesa de debate e sessão de autógrafos do seu mais novo romance, “As doenças do Brasil”, no dia 12 de julho (Foto: Daniel Bianchini)

Em uma edição especial do projeto “Sempre Um Papo”, o escritor português Valter Hugo Mãe faz, no Rio de Janeiro, debate e noite de autógrafos de seu novo livro, “As Doenças do Brasil”. Trata-se de uma iniciativa do selo Biblioteca Azul e do Museu do Amanhã, com o apoio de Portugal, o País homenageado da Bienal Internacional do Livro de SP, do IDG – Instituto de Desenvolvimento e Gestão e da Prefeitura do Rio de Janeiro. O encontro, aberto ao público e com entrada gratuita, acontece no dia 12 de julho, terça-feira, às 19h, no Museu do Amanhã. A mediação será do jornalista Mauro Ventura.

As doenças do Brasil

Publicado em novembro de 2021 pela Biblioteca Azul, “As doenças do Brasil” marca o retorno de Valter Hugo Mãe ao gênero romance, após cinco anos. A obra, ambientada em solo brasileiro, faz uma homenagem às pessoas dessa terra: os que aqui já estavam e os que vieram forçados durante o período colonial.

No centro da trama, encontram-se duas personagens principais: Honra, filho da violência de um branco com uma mãe indígena, e Meio da Noite, um negro que cai capturado pelos abaetés. A princípio, sua presença é vista com desconfiança, mas depois faz florescer a união contra a imensa sombra branca que avança contra eles.

Ao contrário dos registros históricos sobre a colonização, “As doenças do Brasil” coloca as pessoas indígenas no centro da narrativa, ao contar, sob sua ótica, a invasão e o genocídio promovidos pelos europeus. Para isso, cria uma linguagem, um povo e toda uma visão de mundo com personagens e cenários inesquecíveis, em um romance exuberante e carregado de densidade lírica. O livro conta ainda com artes de Denilson Baniwa e prefácio de Conceição Evaristo. Compre aqui no site da editora.

Valter Hugo Mãe nasceu em Saurimo, na Angola, em 1971. Sua obra está traduzida em muitas línguas, tendo um prestigiado acolhimento em países como Alemanha, Espanha, França e Croácia. É autor de mais de 30 livros, incluindo romance, conto, poesia e títulos infantojuvenis. Entre seus livros de maior popularidade estão “O remorso de Baltazar Serapião” (Prêmio Literário José Saramago); “A máquina de fazer espanhóis” (Grande Prêmio Portugal Telecom de Melhor Livro do Ano e Prêmio Portugal Telecom de Melhor Romance do Ano); “O filho de mil homens” e “Homens imprudentemente poéticos”.

Sempre um Papo 36 anos

Criado em 1986, pelo jornalista Afonso Borges, o Sempre Um Papo é reconhecido como um dos programas culturais de maior credibilidade do país. O projeto realiza encontros entre importantes nomes da literatura e personalidades nacionais e internacionais com o público, ao vivo, em auditórios e teatros.

Em sua história, já ultrapassou os limites de Belo Horizonte e chegou a 30 cidades, em oito estados do país, tendo sido realizado também em Madri, na Espanha. Em 35 anos de trabalho, aconteceram mais de 7 mil eventos, que reuniram um público superior a 2 milhões de pessoas.

Serviço:

Sempre Um Papo recebe Valter Hugo Mãe para debate e sessão de autógrafos

Dia 12 de julho, terça-feira, às 19h

Entrada gratuita – lotação máxima 350 lugares – obrigatório uso de máscara.

Local: Museu do Amanhã (Praça Mauá 1, Centro)

Informações: www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:

Jozane Faleiro – jozane@sempreumpapo.com.br / 31 992046367

[fbcomments]