fbpx

Sempre Um Papo recebe os músicos Chico Amaral e Túlio Mourão, para encontro presencial no MM Gerdau

8 de julho de 2022

Túlio Mourão (foto: Maria Clara Mourão) e Chico Amaral (foto: Macrilio Gazinelli)

O Sempre Um Papo recebe, em parceria com o festival Tudo é Jazz, os músicos Chico Amaral e Túlio Mourão para o debate sobre seus respectivos livros, “A Música de Milton Nascimento” (Editora UFMG, 2018), e “Alma de Músico” (Editora Gulliver, 2019).  O bate-papo será mediado pelo jornalista Kiko Ferreira. O evento acontece no MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal (Praça da Liberdade), no dia 28 de julho, quinta-feira, às 19h, com entrada é gratuita.

Com carreiras de sucesso, o saxofonista e letrista Chico Amaral e o compositor, pianista e arranjador Túlio Mourão são nomes de prestígio na cena musical e, em comum, também assinam a autoria de livros sobre músicos, procedimentos técnicos e histórias de bastidores da música brasileira.

No Sempre Um Papo, Chico Amaral fala especialmente sobre seu livro “A Música de Milton Nascimento”, que aborda a trajetória e as influências musicais deste importante artista brasileiro. A obra conta com depoimentos do próprio Milton e de pessoas próximas a ele, como Wagner Tiso, Eumir Deodato, Amilton Godoy, Nelson Ângelo, Célio Balona, Nivaldo Ornelas, Tavinho Moura, Naná Vasconcelos, entre outros.

Como o autor destaca na introdução do livro, “Milton vem de uma porção de coisas, há uma longa lista de influências, de artistas, músicas e fatos que foram importantes em sua criação. Há coisas que a memória apaga e só resgata em outros momentos. Sua vasta obra contém muitos elementos característicos dos quais iremos falar. Não pretendo ter esgotado o assunto, nem foi esse o meu objetivo. Sempre haverá o que dizer de um artista como ele”.

Túlio Mourão é autor do livro “Alma de Músico”, escrito em comemoração aos seus 50 anos de carreira. No livro, ele narra sua trajetória profissional, ao mesmo tempo em que rememora o contexto musical e artístico de sua juventude, revelando episódios de bastidores da Música Popular Brasileira.

“Quando busco o melhor de mim, encontro a música que me ergue acima de meus medos e também encontro entendimento, convicções e esperanças que me amparam sobre abismos da descrença, da indiferença e da intolerância”, afirma o pianista, em texto que compõe a obra.

Sobre o Tudo é Jazz

O Festival Internacional de Jazz de Ouro Preto – Tudo é Jazz, que completa 20 anos em 2022, é um dos maiores do gênero no país e foi eleito um dos 10 melhores festivais de jazz do mundo pelo selo de qualidade da prestigiada revista norte-americana Down Beat. Nesta edição, o festival leva oficinas e apresentações de música a sete cidades, em junho e julho, meses que antecedem a realização da programação principal, que acontece em agosto, na cidade de Ouro Preto.

Sempre um Papo – 36 anos

Criado em 1986, pelo jornalista Afonso Borges, o “Sempre Um Papo” é reconhecido como um dos programas culturais de maior credibilidade do país. O projeto realiza encontros entre importantes nomes da literatura e personalidades nacionais e internacionais com o público, ao vivo, em auditórios e teatros.

Em sua história, já ultrapassou os limites de Belo Horizonte e chegou a 30 cidades, em oito estados do país, tendo sido realizado também em Madri, na Espanha. Em 35 anos de trabalho, aconteceram mais de 7 mil eventos, que reuniram um público superior a 2 milhões de pessoas.

O Sempre Um Papo é viabilizado com o patrocínio da Gerdau, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, via Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais – Secult – MG.

Serviço:

Sempre Um Papo com Chico Amaral e Túlio Mourão

Dia 28 de julho, quinta-feira, às 19h

Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal (Praça da Liberdade, s/n – Funcionários, Belo Horizonte)

Informações: www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:

Jozane Faleiro – jozane@sempreumpapo.com.br / 31 992046367

[fbcomments]