fbpx

Sempre Um Papo recebe Humberto Werneck

9 de junho de 2021

O Sempre Um Papo segue com a programação de 2021, ano de comemoração dos 35 anos do projeto, recebendo, no dia 1 de julho, quinta-feira, às 19h, o jornalista e escritor Humberto Werneck para falar com Afonso Borges sobre o livro “Espalhador De Passarinhos” (Arquipélago). Essa será mais uma edição do #SempreUmPapoEmCasa, com acesso gratuito e transmissão no Youtube, Instagram e Facebook do Sempre Um Papo.

O Sempre Um Papo é viabilizado com o patrocínio do Itaú, Rede Mater Dei e Usiminas, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Espalhador de Passarinhos (Arquipélago)

Originalmente publicado em 2010, a primeira coletânea de crônicas de Humberto Werneck, ganha agora uma nova edição totalmente revista pelo autor. “Ao revisitá-la a mão coçou para mexer aqui e ali, naquele esforço, tão salutar quanto interminável, que Otto Lara Resende chamava de ‘despiorar’”, conta Werneck na nota que abre o volume. Mesmo sabendo voar, o filho do passarinheiro não fala de cima para baixo; ele desce das alturas, senta na grama e conversa com a gente. E assim, espalhando boas histórias, preserva o canto inimitável da crônica brasileira.

Na memória do menino, as aventuras de um quixotesco perpetuador da cantoria dos bicudos, a educação sexual na Idade Média dos anos 50 e o pequeno defunto que leva os óculos consigo para ver o nada no fundo da terra. Na pele do jornalista, os espinhos de uma entrevista petrificante com Clarice Lispector, o ensinamento de um jovem Gilberto Gil (“Minha ambição é a boa morte”) e a lição de um editor-chefe (“Não tenha filhos!”). Na coleção do catador de preciosismos vocabulares, o oaristo, a festimana e o balandrau. Nas infatigáveis retinas do observador da vida, as separações que não dão certo, os santos de um lugar esquecido por Deus e os livros que forraram a infância.

Humberto Werneck nasceu em Belo Horizonte, em 1945, e vive em São Paulo desde 1970. Foi correspondente em Paris do Jornal da Tarde e trabalhou em algumas das maiores redações da imprensa brasileira, como Jornal do Brasil, Veja e Playboy. É autor, entre outros, de “O Desatino Da Rapaziada: Jornalistas E Escritores Em Minas Gerais” e “O Santo Sujo: A Vida De Jayme Ovalle” (2008). Pela Arquipélago, publicou “O Pai Dos Burros: Dicionário De Lugares-comuns E Frases Feitas” (2014), “Esse Inferno Vai Acabar” (2011) e “Sonhos Rebobinados” (2014).


#SempreUmPapoEmCasa com Humberto Werneck

Dia 1 de julho, quinta-feira, às 19h

Local: Youtube, Facebook e Instagram do Sempre Um Papo

Informações: www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:

Jozane Faleiro – jozane@sempreumpappo.com.br / 31 992046367

[fbcomments]