fbpx

Casa de Gentil é referência cultural em Raposos e região

6 de outubro de 2020

Por Marina Vidal (*)

O Sempre Um Papo recebeu os cofundadores da Casa de Gentil – Culturas e Convívios de Raposos, Paula Miranda e Junio Shok, para falarem sobre a “Casa de Gentil e a produção cultural de raposos”. O encontro foi mais uma edição do projeto que está acontecendo de forma virtual, devido à pandemia do Covid-19. A conversa foi mediada pela jornalista Jozane Faleiro, no dia 6 de outubro de 2020, sendo transmitida pelo Youtube, Facebook e Instagram do Sempre Um Papo.

A conversa começou com os convidados declarando seu amor por Raposos. Junio Shok nasceu na cidade e, apesar de ter se mudado para Nova Lima, ele afirmou que a cidade sempre vai acompanhá-lo. “Sou um raposense nato. Aquele que sai, vai lá, faz alguma coisa fora da sua cidade, mas sempre volta”. Paula Miranda é natural de Belo Horizonte e escolheu a cidade para morar. “Eu escolhi Raposos para ser o lugar onde eu coloco a minha força, onde eu coloco a minha ação, consigo agir e as ações fazem sentido. Eu confio nas pessoas de Raposos, vejo lá um potencial incrível de transformação de empoeiramento. Acho que as pessoas raposenses topam muitas coisas”.

A Casa de Gentil completou 8 anos em 2020 e foi idealizada por Junio Shok, Paula Miranda e Rafael Gonçalves. “Tínhamos a ideia de construir algo que abarcasse todo o contexto cultural da cidade e região”, informou Shok. “A motivação para idealizar tal projeto era abrir um lugar que valorizasse a cultura de raposos, para trazer novidade e oferecer novas oportunidades artísticas e culturais para aquela cidade. Mas, sobretudo, que fosse um espaço de convívio, onde as crianças tivessem a oportunidade de conviver fora das suas casas, fora do contexto da rua”, constatou Paula.

Esse espaço, que ajuda a trazer visibilidade para a cultura de Raposos, tem viés voluntariado e, conforme Paula, está sempre de portas abertas para essa comunidade. “A casa conseguiu se tornar referência na nossa microrregião. É um trabalho muito bem aceito e muito conhecido fora dessa região”, contemplou Junio Shok.

O espaço cultural enfrentou várias dificuldades no ano de 2020 devido a pandemia e as enchentes proporcionadas pelas chuvas de janeiro, por isso a equipe está solicitando doações para realizar a reconstrução da casa. “O espaço funcionou como um ponto de apoio para a comunidade, para coletar e distribuir doações. A gente parou de trabalhar com crianças e adolescentes, que eram o nosso foco principal, e começou a trabalhar nesse lugar que a gente viu que era importante de dar continuidade”, afirmou Paula Miranda.

O local, antes das eventualidades, oferecia oficinas de ballet, capoeira, xilogravura, valorização do Congado, a oportunidade de brincar no quintal e cuidar da horta. “Também funcionava uma biblioteca, espaço de convivência e leitura das crianças já que muitas, mesmo estando em unidades escolares, só tinham aquele espaço como um espaço de leitura e com esse material”, constatou Junio Shok, reforçando a necessidade da leitura para o desenvolvimento de criatividade e a capacidade de reflexão da criança.

Shok ainda disse que Raposos é um celeiro de artistas que precisa ser redescoberto. Ele explicou que a Casa de Gentil tem um papel importante na formação cultural e reflexiva dos jovens que muitas vezes não tem um quintal, um livro e um brinquedo. “Da mesma forma que a gente trabalha enquanto princípio a valorização da cultura, o respeito mútuo, o respeito às diferenças, o cuidado com o meio ambiente também é um princípio que norteia todas as nossas ações”, apontou Paula.

Os retornos com relação a eficácia do projeto são muito positivos por parte da comunidade e os pais possuem confiança em deixaram seus filhos na casa. “Isso nos fortalece e nos dá coragem para seguir. É um objetivo da instituição trazer o mundo para esses jovens e levar esses jovens para fora também, para que eles possam descobrir o mundo”, relatou Paula Miranda.

Essa conversa na íntegra pode ser assistida nas redes sociais do projeto, Instagram e Facebook e no canal do Sempre um Papo no Youtube, por meio do link: https://www.youtube.com/watch?v=Zjv1xDoicbY&t=5s

(*) – Estagiária sob supervisão de Jozane Faleiro

[fbcomments]