fbpx

Arte e empreendedorismo: como ter sucesso no meio artístico

17 de setembro de 2020

Por Marina Vidal (*)

O Sempre Um Papo recebeu Marcus Montenegro e Arnaldo Bloch para apresentarem o livro “Ser Artista: Guia Para Uma Carreira Sólida No Mundo Da Atuação”, sobre a vida e conselhos de Marcus e escrito por Arnaldo. Esta foi mais uma edição do projeto que está acontecendo de forma virtual, devido à pandemia do Covid-19. A conversa foi mediada pelo jornalista Afonso Borges, no dia 17 de setembro de 2020, sendo transmitida pelo Youtube, Facebook e Instagram do Sempre Um Papo.

Os convidados falaram da importância do livro para os artistas, tanto iniciantes como profissionais. “Eu tinha muito a preocupação que a pessoa lesse parte da minha carreira para que, pelo menos, se inspirar na carreira dela, fazer o mesmo ou buscar aquele caminho”, disse Marcus. “Os exemplos da vida de Marcus e de outros artistas apresentados no livro são aplicados às capacidades que um ator tem que ter, o corpo, a voz, a postura no palco, a postura na vida, a capacidade de produzir”, informou Arnaldo.

Marcus afirmou que os grandes artistas, principalmente os veteranos do teatro, deixaram um legado muito importante para ele e sua proposta no livro era compartilhar isso. “Eu fiz um livro que é uma mistura das minhas memórias, baseadas em boas histórias que sirvam de um bom legado e que façam as pessoas refletirem com aquelas situações positivas. Além de dicas das minhas palestras, temos 30 depoimentos de profissionais de ponta, um de cada setor. E para a minha sorte, tive o Arnaldo Bloch para organizar tudo isso”. 

Bloch explicou que, segundo o livro, para o ator ter sucesso verdadeiro é necessário estudar muito e ter vivência de palco. “Ao ler o livro todos os artistas saberão todos os passos para chegar dentro do mercado com segurança e para alcançar com mais rapidez possível um palco, um streaming, uma televisão, uma série, uma carreira dentro da publicidade, cada um dentro da sua voz, dentro da sua melhor capacidade, da sua característica, dentro da sua singularidade”.

O livro é muito indicado por Arnaldo. “Quem lê esse livro com vontade de atuar, certamente vai entrar pela porta certa com segurança, com o risco mínimo de ser enganado, sabendo assinar e analisar um contrato e sabendo utilizar todos os seus recursos, sua voz, seu espírito, sua imagem, para ser o melhor artista possível e se descobrir de verdade. Eu quase quis virar ator depois de ler”, brincou.

A indústria cinematográfica, segundo Marcus, está focando somente nos jovens e, por isso, os artistas mais velhos apresentam dificuldade de conseguir papéis. “O desemprego nessa faixa etária está cada vez maior e está cada vez mais difícil para esse artista se manter no mercado. Então, meu livro é um olhar, é um grito que eu estou dando para indústria, é um grito que estou dando para o país. Nós precisamos valorizar a história, precisamos valorizar quem a fez”, avisou.

Marcus também contou que, ao ler o livro, sua editora ficou preocupada de ele estar revelando muito sobre o mercado artístico. “Eu não tenho medo de concorrência, não tenho essa insegurança, confio no meu conhecimento e quero deixar esse conhecimento. Acho que se a gente tiver melhores profissionais, melhores atores em quantidade é melhor para todo mundo”.

Para Arnaldo Bloch esse livro é um guia, misturado com biografia, memórias e até autoajuda. “Esse livro me deu muitos ensinamentos, da forma mais prática possível e da forma mais filosófica, de encontrar uma paz. Existe um método Montenegro que é de se achar, de confiar em si e de nunca perder a motivação”.

Para encerrar, Marcus diz que o ator é muito importante em tempos de pandemia. “A arte salvou e vem salvando todos nós na pandemia, através das séries, dos livros, da música. Então, espero que a gente saia para um mundo melhor de valorização absoluta com respeito e dignidade aos profissionais que trabalham com arte, que eles tenham o valor devido, em um espaço incentivado, em um mundo menos ignorante, mais tolerante e solidário”.

Essa conversa na íntegra pode ser assistida nas redes sociais do projeto, Instagram e Facebook e no canal do Sempre um Papo no Youtube, por meio do link: https://www.youtube.com/watch?v=uXNoDgvGRV4&t=202s

(*) – Estagiária sob supervisão de Jozane Faleiro

[fbcomments]