Fuad Noman se revela como romancista no “Sempre um Papo” – 18/12 – BH

Fuad Noman 3 - Ph Daniel Bianchini web

Fuad Noman se revela como romancista no “Sempre um Papo”

O Sempre Um Papo recebe o economista Fuad Noman para o debate o lançamento de seu primeiro romance “O Amargo e o Doce” (Quixote-Do Editoras Associadas). O evento será no dia 18 de dezembro, segunda-feira, de 19h às 20h, no Olga Nur (Rua Curitiba, 2.202 , Lourdes (BH), com entrada gratuita. Depois das 20h, autógrafos, com o restaurante funcionando normalmente.

O enredo é focado em Cadim que, após algumas decepções, se muda para Belo Horizonte e, já adulto, começa a trabalhar como garçom, no bar Tizé, no Lourdes. Toda a trajetória do personagem, incluindo suas paixões, a mudança para o Rio de Janeiro, são narradas pelo autor num misto de ficção e realidade. De acordo com Oswaldo Noman, que assina a orelha do livro, para contar a história de Seu Cadim e de seus antecessores, Fuad usa de um linguajar nativo do povo do interior mineiro e revela grande conhecimento da alma brejeira e das matreirices de seu povo. “Sua escrita leve e instigante, faz com que o leitor se lance avidamente em busca do próximo capítulo. ‘O Amargo e o Doce’ marca a estreia como romancista e certamente fará com que seus leitores cobrem novos livros no futuro”.

Fuad Noman é um mineiro matuto, nascido em Belo Horizonte, mas apaixonado pelas histórias do nosso interior. Aventurou-se pela escrita para não permitir que sua trajetória profissional ligada a área financeira dominasse sua paixão pela poesia do cotidiano das pessoas simples, de suas amarguras e de seus amores. Já trilhou varios caminhos em sua trajetória profissional, de engraxate a presidente de grandes empresas, mas jamais abandonou sua vontade  de transformar em livro uma de suas tantas histórias imaginárias. Atualmente, trabalha na Prefeitura de Belo Horizonte.
?   
Texto da orelha:

A vida do Coronel Leocádio tinha tudo para ser perfeita. Era dono da maior e mais lucrativa fazenda da região, manda chuva local e chefe político aceito e respeitado por todos. A turvar a vida do Coronel, apenas os caminhos seguidos pelo seu filho mais novo. Deocleciano não herdara a força e a fibra do pai, nem tinha paixão pela vida no campo, como seus irmãos. Ao contrário, ele era mais ligado às artes, música e poesia. Também não se engraçava com as donzelas do arraial, o que desagradava seu pai. Como fazia com tudo na vida, o coronel decidiu resolver a situação e logo arranjou um casamento para o filho. Para isso, foi buscar Maria Flor, moça recatada e muito bonita, filha de um fazendeiro vizinho. Desse casamento forçado, nasceu o garoto Leocádio neto, logo chamado de Cadim. Ser neto do coronel era o sonho de todas as crianças da cidade, mas para Cadim foi um pouco diferente. Depois de sofrer algumas perdas, Cadim acaba por se mudar para a capital com sua avó materna. Já adulto, vai trabalhar no Tizé, famoso bar e restaurante belorizontino, onde algumas de suas habilidades negociais se revelam e definem seu destino.

Para contar a história de Seu Cadim e de seus antecessores, Fuad Noman usa de um linguajar nativo do povo do interior mineiro e revela grande conhecimento da alma brejeira e das matreirices de seu povo. Sua escrita leve e instigante, faz com que o leitor se lance avidamente em busca do próximo capítulo. O Amargo e o Doce marca sua estreia como romancista e certamente fará com que seus leitores cobrem novos livros no futuro. (Oswaldo Noman)

Contra-Capa

Cadim, garçom do Tizé, é neto do Coronel Leocádio, poderoso fazendeiro. Seu pai, Deocleciano, dado a pintura e poesia, é rejeitado pelo avô.

Noite destas, Cadim conhece uma atriz do Rio de Janeiro, de passagem. Apaixonado, vai ao seu encontro, conhece o amargo, acaba ficando.

Anos depois, volta para BH, o reinício, a surpresa. ?
No retorno, o doce.

Uma história comum. ?E extraordinária. (Afonso Borges)

Serviço:

Sempre Um Papo – Debate e lançamento do livro “O Amargo e o Doce”, de Fuad Noman
Dia 18 de dezembro, segunda-feira, às 19h, no Olga Nur (Rua Curitiba, 2202 , Lourdes (BH).
Entrada gratuita. Informações: 31 32611501

Informações para a imprensa:
Jozane Faleiro – jozane@sempreumpapo.com.br – 31 992046367 – 35676714

Deixe um comentário