fbpx

Xico Sá e Juca Kfouri abrem, com futebol e literatura, agenda no Sesc 24 de maio

28 de fevereiro de 2018

O Sempre Um Papo inicia a parceria de realização do projeto no Sesc 24 de Maio, recebendo os jornalistas Xico Sá e Juca Kfouri. A dupla, também especializada em escrever também sobre futebol, falará sobre a Copa do Mundo e lançará seus livros. Xico apresentará o “Sertão Japão”, obra que traz poemas Haikai, em que o autor faz uma brincadeira poética entre o povo nordestino e o japonês; e também relança o livro “A Pátria em Sandálias da Humildade”, que reúne crônicas sobre o universo futebolístico. Kfouri lança “Confesso que Perdi – Memórias” (Cia das Letras). Em quase cinquenta anos de atuação como jornalista, Juca acompanhou de perto, como observador ou como participante (muitas vezes em ambos os papéis), experiências fundamentais do mundo da política, da cultura e do esporte. O saldo é uma inescapável sensação de derrota, que o autor compartilha neste livro. O evento será no dia 24 de abril, às 19h30, na rua 24 de Maio,109, Centro (SP), com entrada gratuita.

No livro “Sertão Japão”, além dos haikais, Xico Sá apresenta xilogravuras do artista Zé Lourenço que desenvolve os seus trabalhos na Lira Nordestina, equipamento cultural vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Regional do Cariri – URCA. Além das gravuras, a obra também conta com desenhos da artista Thais Ueda. A ideia do livro surgiu a partir das andanças de Xico no bairro da Liberdade, que concentra a maior população oriental do país, em São Paulo.

O livro “A Pátria em Sandálias da Humildade” reúne crônicas escritas por Xico Sá e publicadas nos jornais Folha de S.Paulo e El País Brasil, entre 2005, quando a Seleção Brasileira era o melhor time e então campeã do mundo, e 2016, que terminou com a camisa amarela esboçando uma redenção depois de uma sequência de fracassos retumbantes iniciada no emblemático 7 a 1. O período compreende também momentos importantes da política nacional, como escândalos de corrupção e crises que culminaram no impeachment de Dilma Rousseff. Processos que possuem alguma relação, mesmo que indireta, com o futebol, conforme relatam as linhas escritas por ele.

“Em Confesso Que Perdi”, “futebol e política, política e futebol se misturam como água e sabão, e seria ainda melhor se um e outro fossem mais limpos do que são. Nem por isso o herói do tricampeonato em 1970 é o general Garrastazu Médici; os heróis são Pelé, Tostão e companhia bela”, escreve Juca Kfouri, com agudez e bom humor. Com o olhar fino do repórter, recorda os desafios de cobrir a Copa de 1982, na Espanha, por telex, com remessas de textos frios e de fotos por avião. A única alternativa ao malote da Varig era apelar para um passageiro prestativo, pedindo a alguém da redação que apanhasse o material na sua chegada. Fax, só na Itália, em 1990, e computador, na Copa de 1994, nos Estados Unidos. O corintiano Juca, que décadas depois viria a se opor à construção da Arena Corinthians, estava no meio da torcida na noite de 1977 em que seu time quebrou o jejum de mais de vinte anos sem títulos. “Não sei como, mesmo, fui parar no gramado do Morumbi, com uma bandeira na mão, bandeira que não levara ao estádio e não me recordo de ter comprado”, lembra, sem lembrar. É com tal sinceridade que o autor nos oferece estas deliciosas confissões.

Juca Kfouri é jornalista, foi diretor das revistas Placar e Playboy e colunista dos jornais O Globo e Folha de S.Paulo. Como comentarista esportivo, passou por várias redes de televisão e atualmente está na ESPN-Brasil e na Rádio CBN. É autor dos livros A Emoção Corinthians (1982), Meninos eu vi (2003) e Por que não desisto (2009).

Xico Sá (1963, Crato, Ceará), jornalista e escritor, cresceu no Recife. Boêmio convicto, é dono de um estilo cáustico e bem-humorado. É autor de “A Divina Comédia da Fama” (2004), “Big Jato” (2012), “Os Machões Dançaram” (2015), entre outros. Foi colunista do jornal Folha de S. Paulo, no qual mantinha um blog diário no site folha.com. Fez parte da bancada do programa Cartão Verde, da TV Cultura, junto com o jornalista Victor Birner, o apresentador Vladir Lemos e o ex-futebolista Sócrates. Integrou também parte da bancada do Saia Justa (GNT) GNT. Participou do programa Amor e Sexo (Rede Globo). Faz parte do programa Papo de Segunda (GNT), além de contribuir semanalmente com uma coluna na edição brasileira do jornal El Pais.

Sempre Um Papo com Xico Sá e Juca Kfouri
Dia 17 de abril de 2018, terça-feira, às 19h30, no Sesc 24 de Maio – ENTRADA GRATUITA
Rua 24 de Maio, 109, Centro (SP)
Informações: (11) 3350-6300 – www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:
31 992046367 / jozane@sempreumpapo.com.br

[fbcomments]