Sempre Um Papo 2008 – DVDs Cultura Para a Educação

O projeto “Sempre Um Papo” apresenta a série de DVDs “Cultura Para a Educação”, resultado da seleção de 15 palestras de escritores entre os mais de 120 encontros que aconteceram em 2008 em São Paulo e Belo Horizonte. A fala de cada um deles foi editada minuciosamente por uma consultoria pedagógica no sentido de adequar o seu conteúdo ao currículo escolar do Ministério da Educação. É um produto cultural que converge o seu conteúdo para ser utilizado por professores, em sala de aula.

Trata-se de uma caixa com cinco DVDs, contendo as palestras de Adélia Prado, Dad Squarisi e Márcio Cotrim, Drauzio Varella, Eduardo Gianetti, Fernanda Takai, Fernando Morais, Laurentino Gomes, Luis Fernando Veríssimo, Lilia Schwartz, Lya Luft, Mary Del Priore, Miguel Sousa Tavares, Rubem Alves, Thiago de Melo e Zuenir Ventura, traçando um panorama da literatura contemporânea brasileira e portuguesa. A duração das mesmas variam entre 20 e 35 minutos. Para melhor orientação do professor, a série leva um guia anexo e “extras” no visual, indicando os melhores pontos a serem discutidos com os alunos.

Uma novidade deste ano é a parceria entre o Sempre Um Papo e o Google Int. / Youtube. Devido a uma assinatura institucional única em território brasileiro que permite a hospedagem de vídeos de mais de uma hora, todos os programas estarão disponíveis no site www.sempreumpapo.com.br. É um reconhecimento internacional à qualidade do conteúdo educacional do projeto.

A série de DVDs “Sempre Um Papo 2008 – Cultura Para a Educação” tem o patrocínio da Usiminas, Cemig, CBMM, jornal Estado de Minas, Fiat Group e Vale e foi realizada por intermédio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.

No dia 25/11, das 14h as 17h, a Associação Cultural Sempre Um Papo e a Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais recebem cerca de 600 professores da rede pública de ensino e convidados para a cerimônia de entrega da terceira série de DVDs “Sempre Um Papo 2008 – Cultura Para a Educação”. Será no auditório da Escola Estadual Maurício Murgel (Avenida Amazonas, 5451 – Bairro Nova Suíça).

Na oportunidade, a jornalista e professora Dad Squarisi conversa com o público sobre o tema “Superdicas de Ortografia para as Velhas e Novas Mídias”. O jornalista Zuenir Ventura, um dos integrantes da série, estará presente.

O que os autores abordam na série:

Adélia Prado convida os professores a debaterem com os alunos sobre formas de ver o cotidiano de um prisma mais poético.

Rubem Alves aborda as diferentes formas de amor: o amor na velhice, o amor pela imagem, e a questão da responsabilidade sobre os sentimentos. Os professores são estimulados a tratarem sobre a banalização do amor na sociedade contemporânea.

Thiago de Mello fala sobre Direitos Humanos, ecologia, ética e literatura. Assuntos que podem complementar estudos nas áreas de história, geografia, ciências e língua portuguesa.

Laurentino Gomes fala sobre o livro 1808. Em sala de aula, pode estar em pauta a discussão sobre a chegada da Corte Portuguesa no Brasil e a origem da dívida externa brasileira.

Lilia Shwartz, autora de “Retrato em Branco e Negro” e “O Espetáculo das Raças”, entre outros, aborda temas como a missão francesa no Brasil, a abertura dos portos e o estado napoleônico.

Mary Del Priore fala das questões ligadas à escravidão, da condição feminina ao longo da história, memória e patrimônio material e imaterial que fornecem subsídios para uma rica discussão sobre a história e o seu processo de formação.

Fernanda Takai, cantora e escritora, fomenta a discussão sobre os diferentes gêneros textuais inseridos em nossa sociedade e sobre a importância dos núcleos familiares.

Luis Fernando Veríssimo fala das dificuldades na escrita, da indefinição do gênero crônica e dos recursos do computador na produção textual.

Dad Squarisi e Márcio Cotrim discutem as diferentes formas de linguagem, as peculiaridades das línguas e os estrangeirismos. O Novo Acordo Ortográfico e a importância da revisão textual também são temas abordados e que estimulam o debate sobre a habilidade de escrever.

Drauzio Varella traz a tona uma discussão sobre doenças e medicina. A partir do bate-papo com o medico, os alunos são estimulados a criarem campanhas de consientização para prevenção de doenças, principalmente as sexualmente transmissíveis.

Eduardo Gianetti dá uma aula sobre a concepção, elaboração e produção de um livro. Reflete ainda sobre os métodos de estudo e os gêneros literários.

Zuenir Ventura fala do movimento de 68, o AI-5, sobre a ditadura e a repressão, traçando um panorama sobre este importante momento da história do Brasil. O autor relaciona estes episódios com a atual geração, chegando a discutir inclusive as festas raves e drogas.

Fernando Morais fala da vida e a obra de Paulo Coelho, como a fama, a relação com Raul Seixas, a conversão, o DOI-CODI, entre outros.

Lya Luft aborda a importância da comunicação a partir do silêncio e a incomunicabilidade humana.

Miguel SousaTavares desperta a reflexão sobre diferentes momentos da história do Brasil.