Quem é o Vampiro de Curitiba?

Ouvir... Acesse o áudio!!!

“O Maníaco do Olho Verde”, escrito pelo Vampiro de Curitiba, ganhou o Prêmio Clarice Lispector, concedido pela Fundação Biblioteca Nacional. Este vampiro escreveu muitos e muitos livros, alguns clássicos, como “A Guerra Conjugal” e “Novelas Nada Exemplares”.

Mas quem é o “vampiro de Curitiba”? As novas gerações simplesmente não sabem que é Dalton Trevisan, um dos nossos maiores contistas vivos, hoje com oitenta e quatro anos. Não conhecem porque ele não dá entrevista, não se deixa fotografar, não vai receber os muitos prêmios que já ganhou e olha, mal atende telefone. No mundo midiático de hoje, eu duvido que hoje ele conseguiria publicar livro… mas este é outro assunto.

É dono da melhor literatura de contos que este Brasil já produziu. Quem não leu, leia Dalton Trevisan. Pode começar por este “O Maníaco do Olho Verde”. São vinte e seis contos curtos, sintéticos, brutais. Um viciado em crack, um padrasto tarado, um fulano que se envolve com a ex-mulher de um policial. A vida como ela é, pelos olhos deste paranaese recluso e admirado por todos. Para facilitar, a Editora Record tem a obra completa de Dalton Trevisan, o vampiro de Curitiba.