Cintia Moscovich

CAPA_SITE_JOCA (1)

 

O Sempre Um Papo recebe, integrando a série Nova Literatura Brasileira, o escritor Cíntia Moscovich para debate e lançamento do livro Essa Coisa Brilhante Que é a Chuva (Ed. Record).

O evento ocorre no dia 16 de setembro, segunda-feira, às 19h30, na sala Juvenal Dias do Palácio das Artes. Entrada gratuita.

 

Depois de lançar Por Que Sou Gorda, Mamãe?, um dos mais apreciados romances brasileiros em 2006, Cíntia Moscovich apresenta ao público Essa Coisa Brilhante Que é a Chuva,  volume que reúne contos inéditos escritos ao longo de seis anos.

Com muita originalidade e impressionante sensibilidade, Cíntia Moscovich aborda temas corriqueiros e inevitáveis: o ciúme do filho pela mãe, a adoção de um cachorro abandonado, um jovem casal às voltas com uma reforma na casa.  Valendo-se de muito humor — e da tragédia sempre correspondente —, a autora conseguiu uma reunião de contos tão coesos, e tão divertidos, que mais parecem uma só narrativa, tornando a leitura uma experiência única.

Segundo Fabrício Carpinejar, que assina a orelha do volume, “Esse livro é um retrato antológico de Cíntia Moscovich. É quando a gente sabe com quem a gente está falando: estou conversando com o tempo. Estou conversando com o futuro. Estou conversando com o Manual de Literatura de meu neto. Estou conversando com um clássico.”

 

Cíntia Moscovich nasceu em Porto Alegre, em 1958. É escritora, jornalista, mestre em Teoria Literária e ministrante de oficinas de criação textual. Contista, romancista e cronista, é autora de O Reino das Cebolas, Duas Iguais, Arquitetura do Arco-íris, Por Que Sou Gorda, Mamãe? e Anotações Durante o Incêndio. Com três prêmios Açorianos, a autora também recebeu o Prêmio Jabuti, foi finalista do Prêmio Portugal Telecom de Literatura Brasileira e do Prêmio Bravo! Prime de Cultura. Também participou de antologia, como Geração 90: Manuscritos de Computador, 13 dos Melhores Contos de Amor da Literatura Brasileira, 25 Mulheres Que Estão Fazendo a Nova Literatura Brasileira, Ficções Fraternas, Contos Crueis e Contos Para Ler em Viagem, entre outros. Em Portugal, participou da coletânea Putas: Novo Conto Português e Brasileiro. Também em Portugal, publicou Duas Iguais e Arquitetura do Arco-íris. Na Itália, integra a antologia Sex’n’bossa, lançada pela editora Mondadori em 2005, além de ter publicado seu romance Por Que Sou Gorda, Mamãe?. Também foi traduzida para o inglês, para o alemão, para o sueco, para o espanhol e para o catalão. Ex-diretora do Instituto Estadual do Livro do Rio Grande do Sul, a autora trabalhou como editora de livros do jornal Zero Hora, além de colaborar para jornais e revistas de todo o país.

 

Serviço

Sempre Um Papo com Cíntia Moscovich

Data: 16 de setembro, segunda-feira, às 19h30

Local: Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes – Avenida Afonso Pena, 1537 – Centro

Informações: 31 3261.1501 – www.sempreumpapo.com.br

Deixe um comentário